Empire 2x16 / 2x17 - The Wolf Comes Home / Rise by Sin


Quando não pensávamos existir mais esqueletos no armário dos Lyon, surgem Leah Walker e Tariq. O segundo é um agente do FBI que está colado em uma Carol arrependida dos crimes que cometera junto a Lucious enquanto a irmã esteve encarcerada e a primeira, bem... vamos precisar de muito tempo para falar sobre ela, mesmo que falte apenas um episódio pro final da temporada.

Depois de descobrir a verdade sobre a avó e comprar a ideia visual de que ela é uma senhora frágil, indefesa e inocente, Andre trouxe sua presença à tona e expôs aquilo que no fundo todos sabíamos: Lucious não apenas bancava as despesas dela no asilo, como também ignorou o fato de vê-la nas ruas anos atrás, permanecendo com a memória, que ele mesmo inventou, da morte de sua matriarca. Foi um choque. Não pela atitude dele, isso é típico de Lucious. Mas por perceber que Leah é o Lyon Original. Ela culpa o filho pela sua doença, seus demônios internos, sua fraqueza; uma vez que o gatilho de sua doença mental foi o nascimento de Dwight. Ela é fria, calculista e manipuladora, ela é o espelho da loucura e aspereza no que diz respeito a sentimento no lidar com os filhos. A dúvida que fica, principalmente depois daquela cena do bolo durante a madrugada, é se o Big Lyon está testando sua família a ponto de saber quando é o limite de cada um, verdadeiramente, ou se ele tem mais um plano arquitetado nesse eterno jogo de brincar de Deus.

Não sei o que pensar ainda dessa relação entre Jamal e D-Major, mas não tenho uma sensação boa vindo dali, apesar de que Mal merece alguém legal ao seu lado e QUE HOMEM LINDO ESSE QUE APARECEU, DEUS BENZA! AMEI o fato de Rhonda recuperar a memória perdida e perceber que seu acidente foi uma tentativa de homicídio, principalmente quando o close na sapatilha de Anika nos mostrou que esse plot ainda vai ser revelado nessa reta final, mas ainda me assusta ver Boo Boo Kitty fingindo demência acerca da situação e todas as perguntas/sumiços de Rhonda. A música da família Lyon para performar no ASA foi uma das melhores coisas da série e, sem dúvidas, top 2 dessa temporada. É incrível como eles conseguem transformar suas próprias verdades, em meio a tanta dor e devastação, para encontrar a bandeira branca no campo de guerra. E quando pensamos que a paz finalmente chegou para os Lyon... Lucious faz das suas novamente, ironiza o relacionamento de Mal e D-Major, deseja que o filho morra por conta de HIV que nem tem - reforçando a ideia retrógrada de que AIDS e homossexualismo andam de mãos dadas e são consequência futura -, matando o filho do meio um pouco mais.


E, por falar em morte, um Lyon, realmente, caiu; mas levou a família inteira. Carol falou pra Freda o suficiente para que ela ligasse todas as informações e descobrisse que Lucious matou Frank. Ela era uma bomba relógio, coitada, e explodiu atirando contra ele; mas acertando em Jamal que entrou na frente para salvar o pai. Era só o que faltava, convenhamos. Que isso endureça Mal e quebrante o Big Lyon. Eu fiquei devastada, mesmo sabendo que ele estará bem no final das contas. A cena final do episódio teve Leah na saída do hospital, sozinha, cercada por repórteres e questionada sobre qual seu lugar na família Lyon. Apertem os cintos, falta apenas um episódio para que essa temporada não seja completamente engolida pelos erros de direcionamento ou nos conquiste à espera da próxima. Apostas? Você confere promo do final de temporada clicando aqui.

PS.: Becky na gravação de Mal e Keem: quero pra sempre, meu espírito animal!
PS¹.: Tariq e Anika naquela sala de interrogatório: QUERO SER UMA MOSCA!
PS².: Uma pausa para falar da dona da série mas, mais precisamente, da atuação da Taraji no 2x17: QUE MULHER! QUE ATRIZ! QUANTA ENTREGA! Eu ri, chorei e me emocionei bastante com a verdade em cada palavra e olhar. Aquelas cenas intercalando o sucesso deles como casal símbolo da Empire e o começo de tudo, criando as primeiras canções numa casa simples e situação precária foram demais pra mim! Cookie Lyon é uma personagem INCRÍVEL e Taraji só a faz maior, a cada semana!
PS³.: Esse CD do Jamal tá ficando uma coisa fantástica, né? PRECISO!
Share on Google Plus

About Vanessa Reis

Hey 23, call me! (@neereis)
    Blogger Comment
    Facebook Comment

0 comentários:

Postar um comentário